31 de julho de 2015

Compartilhando…

533091_387388241305783_100001038311378_1080960_76219801_n[3]

“Um jovem advogado foi indicado para inventariar os pertences de um senhor recém falecido. Segundo o relatório do seguro social, o idoso não tinha herdeiros ou parentes vivos. Suas posses eram muito simples. O apartamento alugado, um carro velho, móveis baratos e roupas puídas. “Como alguém passa toda a vida e termina só com isso?”, pensou o advogado. Anotou todos os dados e ia deixando a residência quando notou um porta-retratos sobre um criado mudo.

Na foto estava o velho morto. Ainda era jovem, sorridente, ao fundo um mar muito verde e uma praia repleta de coqueiros. À caneta escrito bem de leve no canto superior da imagem lia-se “sul da Tailândia”. Surpreso, o advogado abriu a gaveta do criado e encontrou um álbum repleto de fotografias. Lá estava o senhor, em diversos momentos da vida, em fotos em todo canto do mundo.

Em um tango na Argentina, na frente do Muro de Berlim, em um tuk tuk no Vietnã, sobre um camelo com as pirâmides ao fundo, tomando vinho em frente ao Coliseu, entre muitas outras. Na última página do álbum um mapa, quase todos os países do planeta marcados com um asterisco vermelho, indicando por onde o velho tinha passado. Escrito à mão no meio do Oceano Pacífico uma pequena poesia:

Não construí nada que me possam roubar.
Não há nada que eu possa perder.
Nada que eu possa trocar,
Nada que se possa vender.

Eu que decidi viajar,
Eu que escolhi conhecer,
Nada tenho a deixar
Porque aprendi a viver...”

28 de maio de 2015

Esvaziando os Armários de Nossas Vidas



Todos os anos há um momento em que olhamos nossos armários com um olhar crítico. 
Olhamos aquelas roupas que não usamos há tanto tempo. Aquelas que tiramos do cabide de vez em quando, vestimos, olhamos no espelho, confirmamos mais uma vez que não gostamos e guardamos de volta no armário. Aquele sapato que machuca os pés, mas insistimos em mantê-lo guardado. Há ainda aquele terno caro, mas que o paletó não cai bem, ou o vestido "espetacular" ganho de presente de alguém que amamos, mas que não combina conosco e nunca usamos. 
Às vezes, tiramos alguma coisa e damos para alguém, mas a maior parte fica lá, guardada sabe-se lá porquê. Um dia alguém me disse: tudo o que não lhe serve mais, e você mantém guardado, só lhe traz energias negativas. Livre-se de tudo o que não usa e verá como lhe fará bem.
Acontece que nosso guarda-roupa não é o único lugar da vida onde guardamos coisas que não nos servem mais. Você tem um guarda-roupa desses no interior da mente. 
Dê uma olhada séria no que anda guardando lá. Experimente esvaziar e fazer uma limpeza naquilo que não lhe serve mais. Jogue fora idéias, crenças, maneiras de viver ou experiências que não lhe acrescentam nada e que lhe roubam energia. 
Faça uma limpeza nas amizades; naqueles amigos cujos interesses não têm mais nada a ver com os seus. 
Aproveite e tire de seu "armário" aquelas pessoas negativas, tóxicas e sem entusiasmo que tentam te arrastar para o fundo dos seus próprios poços de tristezas, ressentimentos, mágoas e sofrimento. A insegurança dessas pessoas faz com que busquem outras para lhes fazer companhia, e lá vai você com elas... 
Junte-se a pessoas entusiasmadas que o apoiem em seus sonhos e projetos pessoais e profissionais. 
Não espere um momento certo, ou mesmo o final do ano, para fazer essa "faxina interior". Comece agora e experimente aquele sentimento gostoso de liberdade. 
Liberdade de não ter que guardar o que não lhe serve. 
Liberdade de experimentar o desapego. 
Liberdade de saber que mudou, mudou para melhor, e que só usa as coisas que verdadeiramente lhe servem e fazem bem!!!
Desconheço o autor



9 de março de 2015

Reflexão do dia...


Deus não tem favoritos já que Ele vê todos nós como filhos. Deus não cria favoritismos mas nós podemos nos tornar favoritos nos olhos Dele por causa do nosso amor e dos nossos esforços para sermos mais virtuosos. Na natureza, algumas árvores crescem mais devido ao vigor e desejo de crescer. Algumas flores são mais perfumadas que outras devido a sua natureza. Da mesma forma, nós podemos mudar para melhor e implementar nossa natureza divina agora.”

BK David

2 de março de 2015


Não importa no que a gente acredite, ou o quão espiritualizada a gente seja, saudade é saudade e cada um que se vai deixa um tanto de recordações boas sim, mas deixa também um buraco no peito cheio de saudade...
... e dói...

Amo vc linda e doce Sandy!
Fique em paz...
Namaste

25 de fevereiro de 2015

Reflexão do dia...



Determinação na mente torna você a personificação do sucesso. O que você pensar acontecerá. Seus pensamentos seriam positivos, certo? Você não pensaria nada negativo porque o caminho para os pensamentos negativos está fechado para sempre. Você sabe como fechá-lo? Ou às vezes ele se abre por si só assim como as portas que se abrem sozinhas durante as ventanias? Não é assim, certo? As vezes você pode pensar que fechou bem a porta mas a ventania conseguiu abri-la. Então cuide para não deixar a porta frouxamente fechada.”

Brahma Kumaris

19 de fevereiro de 2015

Reflexão do dia...


"Olhar espiritual significa olhar através das janelas dos olhos na consciência de que eu sou um ser pacífico, puro e imortal chamado de alma. Com essa consciência sou capaz de me relacionar com a Fonte Suprema de paz, amor e felicidade constante. Enquanto olhando para os outros, eu olho para o centro da testa e lembro que é a alma - uma centelha de luz – que está ali. Este é o olhar fraterno."

Brahma Kumaris

11 de fevereiro de 2015

Reflexão do dia...



Enquanto tivermos o mundo a nossa volta como nossa fonte de felicidade e alegria, nosso humor flutuará até mesmo com a mudança do tempo. Mas quando somos espiritualmente fortes, nossa alegria vem de dentro. Assim somos estáveis diante do insulto ou louvor, perda ou ganho. Ficamos no controle de nossas vidas e sentimentos. E mesmo que não possamos controlar as ondas do oceano ao nosso redor, podemos sim controlar e escolher como responder às situações e às pessoas. A vida para de ser uma montanha russa e vira um cruzeiro. Ela será mais uma brisa gentil do que uma tempestade.”

Brahma Kumaris

6 de fevereiro de 2015

Reflexão do dia



"Paciência é uma daquelas virtudes que pode transformar um momento de grande ansiedade em quietude, uma rápida agitação mental no fluir suave de um rio. Na presença de uma pessoa paciente somos envoltos por uma aura de calma como se entrássemos na luz tranquila da ausência de pressa dela. Mesmo quando ela está ocupada, a qualidade da sua ocupação irradia paciência. Para ser paciente, observe a natureza. A natureza está sempre pacientemente ocupada.”

Mike George

3 de fevereiro de 2015

Reflexão do dia



"“Aceitação vem da nossa vontade de soltar. Deixar de lado as preocupações sobre as trivialidades da vida e enfrentar nossos medos, vergonha, culpa e outros assuntos inacabados. Depois dessa checagem emergimos com mais autorrespeito, mais amor próprio e mais coragem. Somos capazes de enfrentar qualquer obstáculo que venha em nossa direção. Amamos sem nos apegar, nos envolvemos sem ficar dependentes. Somos o que somos. Por um lado somos livres dos estilos dos outros, por outro lado admiramos a sinfonia das personalidades que nos cercam."
BK
(foto de Magali Medina)

2 de fevereiro de 2015

Reflexão do dia


"O corpo é como um templo; a alma é como uma centelha de luz. O corpo é como um carro; a alma é como o motorista deste carro. O corpo e o cérebro são como um computador; a alma é quem programa e usa o computador. É dito que a alma é uma estrela minúscula que vive no centro da testa, entre as sobrancelhas. Aqueles que praticam a consciência da alma se tornam auto-soberanos".”
B.K.

(Foto de Magali Medina)

1 de fevereiro de 2015

Reflexão do dia



"Assim como o pai sempre tem esperança no filho, Deus, o Pai das almas, só vê o que há de bom em seus filhos. Ele também sabe que não somos o mal, mas nos deixamos possuir pelo mal. Porque somos filhos do Senhor, Inocente também temos o 'gene' da inocência. Resgatar essa virtude no mundo presente, onde reina a falsidade, a ganância e a 'esperteza', é como encontrar água no deserto. Ser inocente não é ser tolo, é estar além e a salvo do mal.''

Brahma Kumaris

(foto tirada por Magali Medina)

27 de janeiro de 2015

Reflexão do dia...



"Não somos ilhas separadas por mares revoltos. Somos as contas de um rosário unidas pelo fio do amor. Quanto mais limpas e honestas as contas, mais próximas elas se tornam. As diferenças de personalidade, atitudes e visões deixam de ser motivos de conflito e passam a ser os meios para se criar harmonia. Quando cada conta obtém vitória sobre as negatividades contidas em si, nos outros, nas situações e nas vibrações, o rosário da vitória é formado."

Brahma Kumaris

15 de dezembro de 2014

Reflexão do dia…

IMG-20140825-WA0014

“Destemor vem quando há o poder da verdade dentro de nós. Quando somos constantemente verdadeiros não temos nada a temer. É o poder da verdade que nos faz manter a fé e a coragem e nos capacita a enfrentar os desafios no dia a dia. Quando nos certificamos de que nossas ações são baseadas na verdade, mesmo que as coisas deem erradas, ainda assim, permaneceremos destemidos. Para isso é preciso sempre relembrar que temos o poder da verdade conosco e que seremos vitoriosos, sejam quais forem os desafios que surjam no caminho.”

Brahma Kumaris

14 de dezembro de 2014

Reflexão do dia…

yogaposesmedicinewoman-675x340

“Um pensamento tem o potencial inerente para se manifestar no mundo através de nossas ações. Ele é a fonte de tudo que fazemos. Cada pensamento que acessamos cria um sentimento correspondente dentro de nós. Se pensamos sobre a felicidade, ficaremos felizes; se relembramos de momentos tristes, nos sentiremos tristes; se a mente está presa no passado, ficaremos cansados; se pensamos positivo, ficaremos esperançosos e, se mentalmente vivemos no presente, ficaremos fortalecidos.”

Brahma Kumaris

13 de dezembro de 2014

Reflexão do dia…

olhr

‘’Quando olhamos nos olhos das pessoas e contemplamos sua raridade, a tolerância se torna fácil. Percebemos que estamos diante de seres que possuem dentro de si um complexo mosaico de experiências. Tolerância é uma expressão do nosso respeito por qualidade, por manter a vida excelente. Quando não há tolerância as coisas se tornam comuns. Ficamos à margem daquilo que não aceitamos e nossa face se torna severa. Tolerância é dizer sim ao jogo e apreciá-lo.’’

Brahma Kumaris

10 de dezembro de 2014

Reflexão do dia…

IMG-20140825-WA0013

"Generosidade é mais do que dar dinheiro ou coisas materiais. É dar o eu, que não tem preço. No espírito de colocar os outros na frente, aqueles que abraçam a simplicidade doam seu tempo livremente aos outros. Isto é feito com gentileza, abertura, intenções puras e sem expectativas ou condições. As sementes das ações generosas dão frutos abundantes."

BK

3 de dezembro de 2014

Reflexão do dia…

IMG-20140825-WA0010

“Sem qualquer aviso prévio, testes e obstruções surgirão para aqueles que estão arrumando a casa interior. Não fique surpreso com os acontecimentos. Não tenha medo. Continue caminhando com coragem, você não está sozinho. Para cada passo que dá, você recebe milhões de passos de ajuda. Se até o solo infértil pode produzir frutos após uma boa adubação por que você, mestre autoridade todo-poderosa, não poderia transformar qualquer dificuldade no trampolim da vitória?’’

Brahma Kumaris

2 de dezembro de 2014

Reflexão do dia…

IMG_20141106_105748

‘’Sem paciência perdemos a esperança na transformação. Às vezes, ao caminhar, deparamo-nos com locais que nos fazem escorregar. E de repente nos sentimos fora da rota, com pensamentos, palavras ou comportamentos incorretos. O processo de auto-realização não é uma corrida de poucos metros, é uma longa jornada de muitos quilômetros. Precisamos aprender a andar. Onde há paciência existe paz. Onde há paz existe amor…”

Brahma Kumaris

1 de dezembro de 2014

Reflexão do dia…

coragem e simplicidade

“Complicações parecem ser um produto da vida moderna. Mas simplicidade gera inspirações. Manter minha mente calma e clara é o método mais fácil para resolver situações confusas. Ao ter um equilíbrio entre viver com simplicidade, mas confortavelmente, e usar apenas o que realmente preciso dos recursos da terra, eu sempre terei abundância em minha vida.”

Dadi Janki

26 de novembro de 2014

Reflexão do dia…

meditacao-7

“Sem paciência perdemos a esperança na transformação. Às vezes, ao caminhar, deparamo-nos com locais que nos fazem escorregar. E de repente nos sentimos fora da rota, com pensamentos, palavras ou comportamentos incorretos. O processo de auto-realização não é uma corrida de poucos metros, é uma longa jornada de muitos quilômetros. Precisamos aprender a andar. Onde há paciência existe paz. Onde há paz existe amor. Essa é uma experiência totalmente nova sobre o que significa ser humano.’’

Brahma Kumaris

21 de novembro de 2014

Reflexão do dia…

surf

“O objetivo do surfista não é chegar na praia mas desfrutar a onda. Estar ali de prontidão, atento ao humor do mar. Seja a onda violenta, desafiadora e imprevisível. Seja a onda perfeita em sua forma, seu tamanho e força. Aprender a enfrentar o risco de cair para aprender a vencer. Quando a mente expressa tal agilidade em responder à face dura e suave da vida ela percebe que tudo acontece para fazê-la crescer. Ator-herói é aquele que valoriza mais o andar do que o chegar.’’

Brahma Kumaris

16 de novembro de 2014

Reflexão do dia

IMG_20141111_094854-EFFECTS

“Relacionamentos verdadeiros começam com silêncio. Portanto, você pode começar a criar um relacionamento melhor consigo, então, com o Supremo, e então com os outros. A razão pela qual os relacionamentos com os outros vêm por último é porque os outros nunca veem em nós o que Deus vê. Frequentemente nos vemos através dos olhos dos outros. Então, se alguém vê somente 20% do que somos, também só vemos esse tanto. Deus nos vê como somos, Ele vê nosso potencial completo. Se você aprender a olhar-se da forma como Deus o vê, você começará a ver seu eu verdadeiro.

Brahma Kumaris

15 de novembro de 2014

Reflexão do dia…

IMG_20141020_095003-EFFECTS 

“Ter o pensamento de querer algo ou de querer que algo aconteça resulta em expectativa. Assim, a lista de expectativas nunca termina. Então, eu preciso aprender a apreciar e aceitar. Esta é a realidade da realeza. Todo mundo é bom. Eu tenho que apreciá-los. A fim de apreciar, eu preciso de um intelecto claro. Eu preciso praticar a consciência de alma. Dessa forma, sentimentos reais de reconhecimento e gratidão vão emergir do meu coração.”

Dadi Janki

9 de novembro de 2014

Reflexão do dia…

IMG_20141106_105748

“Quando me dirijo ao mundo interior, não é para escapar do barulho incessante das ações, das exigências e confusões dos outros. Não é para alienar-me dos acontecimentos e das pessoas. É para fertilizar o solo interno, onde todas as minhas virtudes e poderes podem brotar, crescer e desabrochar. Quando estou bem alimentado por dentro, não me torno um mendigo do amor ou de respeito, porque sei ser meu próprio amigo e amigo dos outros."

Ken O'Donnell (BK)

16 de outubro de 2014

Reflexão do dia…

Icon Meditação

"Ser sábio sobre o significado da palavra agora é a arte de ver que cada momento tem seu valor próprio, mesmo que a experiência de tal momento não esteja conectada com qualquer uma de nossas ambições, metas ou preocupações mentais. O significado do tempo dos relógios não é nada quando comparado com a experiência de não sentir o tempo, de estar completamente presente e imerso na tarefa que está sendo realizada." 

Mike George (BK)

10 de outubro de 2014

Reflexão do dia…

aceitação[2]

“Para haver amor verdadeiro é preciso uma atmosfera fresca e renovada, sem medos. Quando você sente que está espiritualmente preenchido, tudo flui com prazer, felicidade e bem-estar. Esse estado lhe ajuda a aceitar a pessoa que você ama como ela é, porque a partir de sua própria plenitude você não precisa esperar nada do outro. Quando você está satisfeito consigo, o seu relacionamento com os outros é elevado e livre de medo. Você não está pedindo ou tomando nada do outro. Você está sim compartilhando amor, felicidade, conhecimento ou sabedoria sem criar dependência em relação ao outro.”

Brahma Kumaris

3 de outubro de 2014

Re-criar, re-nascer…

Bom dia! 

Hoje quero compartilhar meu momento com vocês e agradecer!

Estou feliz de chegar ao final de um ciclo doloroso e em alguns momentos bem triste, mas ao mesmo tempo lindo e cheio de aprendizado!!! =) Outros ciclos se iniciarão..., talvez mais doloridos e tristes, talvez mais felizes e prazerosos, e é a vida..., não podemos prever o que vai acontecer! Nós fazemos nossa parte, mas as coisas tem por si só um fluxo de acontecimentos (karma talvez) ... e quem tem controle de tudo????

E,..., inicialmente nem sempre a gente entende ou gosta do que a vida traz (especialmente das doenças e acidentes), mas  se a gente a priori não entende o "por que" passa por algo, pelo menos podemos decidir o que fazer com tais situações, decidir o  "para que" estou passando por isso, e,..., ao invés de transformar dor apenas em sofrimento, transforma-la também em aprendizado, em oportunidade de reflexão e crescimento! Isso não diminui a dor ou faz ela desaparecer, mas re-significa o momento!!! Gera energia!

No fim, tudo está certo, e seguimos, sem perder a fé que tudo está certo!!!

As coisas aos poucos vão entrando nos eixos, deixamos algumas coisas irem embora, recebemos outras, aceitamos o que não podemos mudar, e tomamos folego para tentar mudar outras tantas! O que foi vivido permite que a gente tenha a chance de olhar para nossa própria humanidade (com qualidades e dificuldades), e de perceber nossa força e agradecer por todos que estão ao nosso lado neste momento! Nos dá a oportunidade ainda de desconectar um pouco do ritmo acelerado do trabalho e da cidade, e agradecer por cada dia que nasce e  agradecer por cada oportunidade e por cada pessoa que nos ajuda e nos inspira a ser um ser humano cada vez melhor!!!

Gratidão à tooooodos meus amigos, alunos e família!

Namaste!!!

Thais

Rompendo fronteiras…

rompendo limites

“Sinto-me leve, sinto-me leve, entregue ao Universo. Deixo meus velhos padrões,  e agora assumo e reconheço todas as possibilidades.

A única  coisa que limita o homem é sua própria mente. O limite do homem é aquilo que ele acredita ser.”

Oberom

Do livro: Viajando na Luz, Ed. Livro Pronto

1 de outubro de 2014

Reflexão do dia…

download

“Sempre tenho o sentimento de que um dia haverá apenas a troca de sentimentos verdadeiros entre as pessoas. Sentimentos baseados na fé. Eu tenho a fé firme de que a mudança tem que acontecer. Mas muitas pessoas me dizem: O que você está tentando fazer é impossível. Nada vai mudar. Isto não vai funcionar. Entretanto, minha fé está conectada com minha determinação de que isso vai acontecer. E eu não deixo ninguém reduzir meu grau de determinação. Eu digo a eles: É possível. Tudo está em nossas mãos. Tudo depende de nós.”

Dadi Janki, BK

30 de setembro de 2014

Reflexão do dia…

dança

“A necessidade do momento é aprender a trabalhar junto. Mas antes de sermos companheiros uns dos outros, precisamos da companhia da nossa verdade interna mais elevada. Ou seja, dos bons sentimentos que vêm das qualidades como o não egoísmo, a honestidade e a humildade. Quando sentimentos são  compartilhados, experimentamos proximidade. Sentimentos assim, de amizade genuína, é o que precisamos. A qualidade da nossa vida e dos nossos relacionamentos depende da qualidade dos nossos sentimentos. E a habilidade para transformar o mundo também.”

Dadi Janki, BK

29 de setembro de 2014

Acordar…

1798039_945981638762139_7268203841094494415_n
“Compreendo que a vida tem o seu modo de fazer um ser ‘acordar’. Seja qual for a maneira, temos de aproveitar, por mais doído que seja. Nada permanece para sempre. E cada situação é um trampolim para a evolução na jornada da alma”
Catia Maria
Do Livro Cirandda da Lua: Uma colcha de retalhos
(Soraya Mariani, Êxito Editora))

Reflexão do dia:

SUPER GOD IMAGES (32)

"Muitas vezes você ouviu as palavras " A vida é o que você faz dela", mas o que você faz a respeito? Você não percebe que é você quem controla sua vida, sua felicidade, seu sucesso, suas alegrias e suas tristezas?

A vida pode ser maravilhosa, excitante e gloriosa, mas depende de você fazê-lá assim, através de suas expectativas de só ter o melhor.

Viva um dia de cada vez e viva o dia plenamente. Não desperdice tempo se preocupando com o amanhã e o porvir, nem se permita ficar deprimido por achar que não vai aguentar o que vier de ruim.

Olhe sempre para o lado iluminado da vida e concentre-se nele, no sempre presente agora.

Porque as coisas não correram bem ontem, não significa que hoje vai acontecer o mesmo. Deixe o ontem para trás; aprenda com ele, mas não deixe que ele estrague o hoje. O hoje está à sua frente, intocado e imaculado.

O que você vai fazer com ele?

Do livro ABRINDO PORTAS INTERIORES,

de Eileen Caddy - Ed. Triom

26 de setembro de 2014

Reflexão do dia…

pureza

"Pureza é um estado de honestidade e limpeza onde sou o mesmo dentro e fora. É quando não engano a mim nem os outros. Consequentemente, não há espaço para artificialidade. Pureza é o estado da verdade original, onde nenhuma violência é cometida contra os outros ou contra mim. Quando o eu está em sua pureza original, os outros não podem prejudicar ou destruir isso, mesmo se tentarem, porque há uma aura natural de proteção que atua como uma barreira invisível. Alcançar esse nível de pureza é respeitar todas as coisas.”

Brahma Kumaris

25 de setembro de 2014

Momento auspicioso! Happy Navaratri!!!

Um Canal de Luz por Maria Silvia Orlovas: Abertura do Portal da Primavera: Nos últimos tempos tenho estado muito atenta as coisas que acontecem à meu redor. Passei observar mais a natureza, os aniversários, as c...

Reflexão do dia…

10557354_1538435783053487_5779669481322414157_n

“A maioria de nós pensa muito, principalmente sobre acontecimentos e pessoas, sejam elas locais ou globais, famosas ou não. Quando pensamos no que está acontecendo na superfície da vida - o visível - é como se estivéssemos vivendo uma vida superficial. Mas lá no fundo há uma voz, uma saudade, um chamado à profundidade. É o nosso coração nos lembrando de que devemos visitar, explorar e expressar as profundezas de nós mesmos. Para aprofundar e ser profundo precisamos de momentos de introversão e uma boa conversa com nós mesmos. Como podemos ver o que está em nosso coração, a menos que a gente mergulhe fundo, acenda a luz e olhe? (…)”

BK

24 de setembro de 2014

Reflexão do dia…

images

"Uma pessoa destemida sente-se sempre vitoriosa, quer haja sucesso ou não. Sem perder de vista seus objetivos, ela nunca se afasta de qualquer dever ou obrigação. Ao invés disso, ela enfrenta todas as situações e permanece sempre feliz e estável. Destemor depende da estabilidade mental."

Antônio Sequeira (BK)

23 de setembro de 2014

Reflexão de dia…

IMG_20140921_131253

"É preciso ter coragem para ter um ponto de vista e ainda estar extremamente interessado no ponto de vista dos outros. Isto acontece na extensão em que você está preparado para mudar o seu ângulo de visão. Significa dizer: eu sou flexível e agradeço por haver tantas formas de ver; eu tenho humildade para aprender; eu procuro estar com você no mesmo terreno, ao invés de me opor a você para manter um território pré-estabelecido."

Mike George

22 de setembro de 2014

Reflexão do dia…

IMG_20140921_151753

"Alegria é uma de minhas virtudes originais. Mesmo estando presente, talvez ela esteja coberta de pó. Porém, quando começo a usá-la e experimentá-la, nada me abala mais. A alegria me permite voar acima das situações complexas e me faz vê-las como pequenas trivialidades abaixo de mim, como se eu estivesse observando tudo de um avião. A alegria me permite enfrentar pessoas em estado negativo, não com brigas ou discussões, mas com amor e compreensão, ajudando elas a se libertar de suas próprias cargas. Alegria é poder."

Nícolas Dan Buis

20 de setembro de 2014

Reflexão do dia…

Imagine que você tenha uma conta, em que toda manhã são depositados 86.400 reais. Porém não é permitido guardar nada para outros dias: todas as noites ele é zerado, independente do quanto você tenha usado. E aí, o que você faria?

Provavelmente se esforçaria para usar tudo!?

Pois bem, isso não é apenas imaginação. Todos nós somos clientes desse banco, chamado TEMPO. Todos os dias nós recebemos 86.400 segundos. Todas as manhãs a conta é reiniciada e todas as noites é zerada.

Simples assim, não há volta, não se recupera o tempo perdido! Não há tempo para viver em vão. 

Time-Management11

Desconheço o autor.

19 de setembro de 2014

Reflexão do dia…

namaste3

“Se fico pensando nos pontos fracos de alguém, posso ficar chateado e até irritado. Eu fico pensando “Por que essa pessoa tem que ser assim?” ou “Por que ela sempre faz isso?”. Por outro lado,  se eu penso sobre as qualidades dela, minha mente fica leve. Assim sou influenciado pela doçura dessa pessoa e não pela fraqueza dela. O mundo é um show variado e o papel de cada um é diferente.”

Brahma Kumaris

Sobre ISHVARA PRANIDHANA

patanjali_10

Ishvara Pranidhana é entendido como à entrega à Ishvara (ao Divino/princípio superior). Nidhana significa depositar, e pra quer dizer diante e Ishvara é o Senhor, ou seja, “depositar diante do Senhor” todas as ações e assim alcançar o samadhi. Em outras palavras, significa fazer o que precisa ser feito e renunciar os frutos da ação, agir sem egoísmo, sem expectativas, sem se apegar ao resultado da ação. Refere-se a prática da auto-entrega do homem a sua essência/self/si mesmo, mas pode referir-se ainda á autoentrega ao guru, à orientação de um ser autorealizado, que já atingiu samadhi.

No Yoga Sutra II-45 de Pantajali (HENRIQUES, 1984, p. 184) está escrito:

“SAMADHI-SIDDHIR ISHVARA-PRANIDHANAT”

“Pela entrega a Deus surge o samadhi”.

Recordando o que foi dito durante nossas aulas, os Yamas e Nyamas representam os dois primeiros passos do Ashtanga Yoga de Patanjali e compõem a base ética do yoga. São princípios que buscam tornar-se um alicerce na vida do yogi, uma base para a aquisição de um estado mental superior. Buscam ajuda-lo a atingir uma consciência ampliada que o leve para além da simples identificação com o corpo.

Namaste!

Thais

18 de setembro de 2014

Sobre SVADHYAYA

10155497_487878064645903_853382778_n

Svadhyaya tem duplo sentido, significa tanto o autoestudo, como o estudo dos textos sagrados. Sendo assim, no caminho do yoga, Svadhyaya representa por um lado o estudo dos Vedas, Upanishads e outras escrituras clássicas, como também uma busca intelectual pelo verdadeiro eu. Refere-se assim a combinação de meditar nos ensinamentos dos mestres e textos sagrados, juntamente com a auto-observação, porque o que se busca não é apenas o conhecimento, mas o autoconhecimento. Svadhyaya ressalta a importância da intelectualidade, e do estudo no caminho do autoconhecimento e aponta para a combinação de conhecimento, reflexão e meditação.

No Yoga Sutra II-44 de Pantajali (HENRIQUES, 1984, p. 183) está escrito:

“SVADHYAYAD ISHTA-DEVATA-SAMPARAYOGAH”

“Do auto-estudo provém a união com a divindade desejada”.

Namaste!

Thais

17 de setembro de 2014

TAPAS

 

295432_437726092927394_52138075_n

Tapas significa autoesforço, austeridade, disciplina, perseverança. A palavra origina-se de tap que significa “aquecer-se”, arder, esforçar-se. Diz-se que Tapas vem da vontade de superar limitações físicas, emocionais ou mentais, através de esforços como jejuar, meditar ou guardar silêncio por longos períodos, por exemplo. É um esforço sobre si mesmo, purificando e fortalecendo o ser, aguçando os sentidos, e conduzindo ao encontro com o ser. Representa o esforço com uma meta clara, superando os obstáculos que se apresentam no caminho. Pode ser compreendido, também, como dedicação, determinação e sacrifício positivo que todo sério praticante de yoga deve desenvolver. No Yoga Sutra II-43 de Pantajali  (Henriques, 1984, p. 182) está escrito:

“KÁYENDRIYA-SIDDHIR ASHUDDHI-KSHAYÁT TAPASAH”

O autoesforço (austeridade) produz a destruição das impurezas e a consequente perfeição do corpo e dos sentidos”.

Namaste!

Thais

Reflexão do dia…

998695_174636602716931_360615149_n

“As mentes humanas são como um oceano, ondas e ondas de pensamentos chegando incansavelmente. Mas quanto mais fundo mergulhamos no oceano, mais sentimos a quietude e o silêncio e mais descobrimos os tesouros valiosos que lá existem. Da mesma forma, é no fundo na mente que moram as virtudes da alma. Raja Yoga é a técnica de auto realização que nos ajuda a entender o eu e a trazer para a superfície as virtudes escondidas da alma em tempos de crise. Emoções de raiva são substituídas por sentimentos puros de perdão e como resultado vem a suavidade para construir pontes ao invés de muros.”

BK

16 de setembro de 2014

SAMTOSHA

934777_511742752205014_1294976244_n

Samtosha: significa contentamento; Segundo Yogananda, todo homem tem em si a alegria. Samtosha surge como algo espontâneo, como conseqüência do progresso no Yoga. Não é a alegria proveniente dos desejos satisfeitos, é um deleite do ser consigo mesmo, que surge a partir do desapego dos frutos da ação e de uma indiferença, em relação às circunstâncias. De acordo com Henriques (1984, p.181), “Possui samtosha aquele que mantém seu ritmo e alegria interior num ambiente de guerra ou de paz, num clima de chuva ou sol”. É uma alegria que não se desfaz em função das circunstâncias. Viver Samtosha é dar valor ao que temos e não focar naquilo que falta, possibilita perceber as coisas como elas realmente são, desenvolvendo assim a autoconsciência, a alegria e a gratidão.

No Yoga Sutra II-42 de Pantajali está escrito:

“SAMTOSHAD ANUTTAMAH SUKHA-LABHAH”

“Do contentamento surge a superlativa felicidade”.

Namaste!

Thais

Reflexão do dia…

IMG_20140412_140444

“Agora, Deus, o Pai de todas as almas, está nos dando a chance de nos elevarmos. Então, que possamos aproveitar essa chance. Que possamos continuar a fazer nosso esforço individual para mantê-Lo na nossa frente. Não pense sobre o seu passado ou o passado dos outros. Não se preocupe com o futuro também. Simplesmente esteja atento em criar seu próprio presente. Foque nos seus esforços em manter seus pensamentos elevados e puros. Isto tornará sua visão, atitude e ações elevadas e puras. Dessa forma você viverá uma vida de benefício para si e para mundo.”

Dadi Janki

15 de setembro de 2014

Sobre Saucha…

É o primeiro dos Nyamas (DEVERES/OBRIGAÇÕES).

cachoeira

SAUCHA refere-se a pureza, limpeza, purificação. Refere-se tanto a limpeza interior quanto exterior, pureza no coração, na mente e no corpo, pureza em pensamento, palavra e ação.

A purificação do yogi inclui:

  • alimentação saudável através do controle dos sentidos (alimentar-se com sabedoria e com alimentos ricos em prana);
  • Kryas ou exercícios de purificação (como a lavagem dos olhos, da língua, das vias respiratórias, do aparelho digestivo, excretor, etc.);
  • asanas, bandhas, mudras e pranayamas (que ajudam a eliminar as toxinas do corpo);
  • higiene pessoal (banho, escovar os dentes, etc.);
  • limpeza do ambiente em que se vive, etc.

Acredita-se que um organismo poluído por hábitos impróprios, gera comportamentos e pensamentos que dificultam a prática da meditação. Por exemplo, podemos intoxicar o corpo através daquilo que ingerimos e a mente através daquilo que lemos, vemos e ouvimos.

Com o que você tem alimentado?

Praticar saucha é então buscar atingir um estado de pureza, porque as impurezas atuam como um obstáculo à meditação. De acordo com as Upanishads, aquele cuja mente se torna pura, entra em contato consigo mesmo e é capaz de sentir uma alegria que não podemos descrever com palavras.

Ainda, em relação à prática de yoga, os mantras representam os exercícios de purificação das palavras e pensamentos. Praticar saucha significa buscar uma mente calma e limpa, tentando amenizar a ação de fatores externos e internos que nos intoxicam.

No Yoga Sutra II-41 de Patanjali está escrito:

“SATTVASHUDDHI- SAUMANASYAIKAGRYENDRIYA– JAYATMA-DARSHANA-YOGYATVANI CHA”

“Da pureza mental (surge) pureza de sattva, disposição ao contentamento, unidirecionalidade, controle dos sentidos e aptidão para a visão do eu”.

Namaste!

Thais

14 de setembro de 2014

Sobre Aparigraha…

Aparigraha significa não-cobiçar, não-possessividade, não-apego, e pode ser entendido como o abandono do sentimento de posse e da ansiedade envolvida na conquista e preservação dos bens materiais. É a busca por uma vida de simplicidade, o que não significa que seja contra posses, e sim contra o sentimento de posse e a escravidão aos bens materiais. A idéia é não desperdiçar o tempo buscando coisas supérfluas e viver com um consumo mínimo, porque administrar muitas posses cria vínculos que nos atam mental e materialmente, deixando-nos escravo dos objetos e compromissos. Nos dias de hoje, aparigraha pode ser compreendido como um estilo de vida que apoiado na sustentabilidade ambiental e no uso consciente do dinheiro, discernindo entre o desejo de consumo e a real necessidade. Além disso, praticar aparigraha é buscar a libertação também do sentimento de posse em relação a pessoas! Praticar o desapego!

Existe uma história que fala de um rei que vivia muito angustiado e descobriu que esta sensação vinha da sua forte ligação com os bens materiais, do medo de perdê-los. O rei livrou-se então dos bens, e saiu errante pelo mundo, feliz, apenas com a roupa do corpo. Certo dia, chegou perto de um lago, viu uma árvore caída e resolveu que iria ficar por ali. Passados alguns dias estava muito feliz com aquele local e entrou para nadar no lago. De repente, viu um viajante sentar-se sobre o tronco da árvore. Saiu da água correndo, e furioso disse: “este tronco é meu, saia já daí!”

abraço

Nem sempre o caminho para uma vida de simplicidade nos conduz ao desapego, e sim o entendimento que podemos usufruir de tudo, sem nos apegar a nada!

No Yoga Sutra II-39 de Pantajali está escrito “APARIGRAHA- STHAIRYE JANMA – KATHAMTA-SAMBODHAH”:

 “Quando ele (o yogi) se estabelece na não possessividade, adquire o conhecimento do porquê do nascimento”.

Namaste!

Thais

13 de setembro de 2014

Finalização do Curso de Formação em DCS!!!

Boa noite!

Terça-feira passada, dia 09/09/2014 finalizei o Curso de Formação em Danças Circulares Sagradas com a maravilhosa focalizadora e mestra Renata Ramos.

IMG-20140909-WA0020

Iniciei o curso  através do Módulo de Iniciantes , direcionado para pessoas que, como eu, não tinham  experiência em DCS anteriormente. Era um grupo bem  grande e heterogêneo e dançamos muito durante todo  aquele sábado, dia 08 de fevereiro de 2014, dia em que fiz 40 anos!

Poderia eu querer melhor presente que comemorar meus 40 anos dançando o dia todo???!!!

modulo inciantes

Em março, se formou  o grupo que faria a Formação em Danças Circulares  Sagradas (DCS) e éramos 20 mulheres! Vinte mulheres bem diferentes, com histórias de vida diversas, diferentes profissões, mas com uma mesma paixão: a dança!

Todas nós, dispostas a nos encontramos um final de semana por mês, durante 7 meses, e  sermos guiadas pela mestra Renata Ramos nesse caminho pelo mundo das DCS!

modulo 1

Acredito que nenhuma de nós imaginava o que nos esperava de verdade!

De fevereiro para cá foram 7 meses de muita dança e descobertas, de leituras e exploração do corpo, do ritmo, de si, momentos de alegria e fortes emoções, de aprendizado e do nascimento de novas amizades, de muita musica boa e de conexão com o sagrado, de aventura e reflexão profunda, de aceitação e auto-superação, e de muita gratidão e crescimento!

10338318_891136120912235_3012450616628000312_n

Aprendi mais sobre eu mesma, sobre o outro e sobre o grupo. Percorri a história das Danças Circulares e fui apresentada a tantos mestres e coreógrafos incríveis! Trabalhei meu ritmo interno, o ritmo do outro, o ritmo do grupo  e até me arrisquei numa roda de tambores…

10292519_652427078158877_6823066977914634593_n

Dançamos os Florais de Bach, aprendemos sobre numerologia, autoconhecimento e muita cooperação,  e dançamos muitas musicas tradicionais e contemporâneas. Viajamos pelo mundo, pela história  e pelo tempo através de tantas danças…

IMG_20140908_120048

Foram muitas conversas e trocas, e-mails e  mensagens no face, e muitos almoços deliciosos juntas…

IMG_20140706_130524

Terminamos o curso em 18 mulheres… e  a Renata:

IMG_20140908_141920

Irmãs unidas pela força  e  pelo encantamento das Danças Circulares Sagradas e pelo respeito e exemplo de pessoa  que a Renata Ramos é!

imersão foto do grupo

Para finalizar o curso, ao invés de um simples final de semana, foram 5 dias de imersão juntas no mundo da danças, imersão que aconteceu num lindo sítio aqui mesmo em São Paulo.

IMG_20140905_122155

Foram cinco dias nos quais, apesar de eu não poder dançar fisicamente  nenhuma dança por estar imobilizada, dancei muito com os olhos e com o meu coração! Ah! E como dancei…

10600371_695701773834011_3632909345034716841_n

Em alguns momentos, me senti sim muito triste por não poder dançar, por ter dor, mas também me senti extremamente amada e acolhida por todas e feliz de estra lá!

E, …, eu não poderia deixar de registrar, nesse blog que me acompanha  em tantas viagens e reflexões,  este momento tão singular: essa viagem  simbólica pelo mundo através das  DCS!!!

IMG_20140907_124634

E, pelo o que eu sinto, as danças circulares  renderão ainda muitas  descobertas , viagens  e reflexões, como esta postagem,  que hoje dá origem à um novo marcados no meu blog! 

Chegou a hora de  finalizar esta postagem e agradecer, e  a gratidão é infinita :

- ao SESC pela oportunidade ,

- à Janaina por ter me apresentado o mundo das DCS e plantado uma sementinha,

- à mestra  Renata Ramos  pelo exemplo de pessoa  que é e pela seriedade e amor com que ensina as DCS,

- e à cada uma  das minhas irmãs circulares: Dê, Ana Flores, Kátia, Kitty, Liz, Mariana, Wal, Gi, Lú, Luci, Sandra, Lucia, Suely, Maura, Patty, Elfriede e Gina!

Espero estarmos para sempre unidas pela cola universal!!! :)

Namaste!

Thais